Desafio FoodValley busca produtos à base de plantas nutritivos e reciclados – vegconomist

Organização Internacional de Alimentos Sustentáveis Foodvalley NL lançou um novo desafio para startups que desenvolvem produtos à base de plantas nutritivos e reciclados.

Foodvalley está buscando a próxima geração de alimentos à base de plantas para ajudar a alimentar uma população global em rápido crescimento. De acordo com a organização, embora muitos produtos de proteína alternativa tenham excelente sabor e estrutura, seu valor nutricional pode ser melhorado.

Além disso, existem vários fluxos secundários da indústria de alimentos – como subprodutos de trigo e tortas de prensagem da produção de óleo vegetal – que poderiam ser usados ​​para fazer alternativas à base de carne e laticínios, reduzindo o desperdício. Esses subprodutos geralmente são ricos em proteínas, ricos em fibras e pobres em açúcar, tornando-os nutritivos e sustentáveis.

As startups que se candidatam ao desafio devem atender a ambos os critérios, produzindo proteínas à base de plantas que são nutritivas e contêm ingredientes reciclados. A FoodValley está especialmente interessada em ouvir produtores direcionados a grupos demográficos específicos, como atletas ou crianças.

Leite de semente de Wunderkern
© Wunderkern

Produtos à base de plantas reciclados

Um número crescente de empresas está usando subprodutos da indústria de alimentos para fazer alimentos inovadores à base de plantas. Estes incluem Wunderkern, que desenvolveu leites vegetais feitos de caroços de damasco, e Luya, um produtor de carnes alternativas que usa okara (um subproduto da produção de tofu e leite de soja) como seu principal ingrediente. Outro exemplo é a More Foods, de Israel, que produz alternativas de carne a partir de sementes recicladas de abóbora e girassol.

Acelerando a inovação

Como parte do novo desafio, a FoodValley apoiará os candidatos bem-sucedidos, acelerando a inovação e o crescimento dos negócios. Isso pode incluir fornecer acesso a instalações, recursos, investidores e parcerias em potencial.

As empresas mais promissoras receberão apoio para desenvolver e comercializar ainda mais seus produtos. As inscrições para o desafio estarão abertas até 15 de novembro.

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *