Café Especial Geisha de Origem Única – Café Spirit Animal

Don Pachi e a redescoberta
do Café Gueixa

Era Francisco Serracín, conhecido como Don Pachi. Ele viu algo nessa variedade de café quando todos achavam que era lixo.
Ele plantou as árvores mais afastadas, mesmo que isso significasse menos rendimento por parcela. Ele trouxe as árvores mais alto nas encostas do
Vulcão Barú no Panamá. Lá, as cerejas de café demoravam mais para amadurecer, mas isso trouxe uma grande vantagem. Eles desenvolveram um mundo totalmente novo de complexidade.

Em 2004, a ideia da gueixa selvagem finalmente recebeu a atenção que merecia. Don Pachi entrou na competição Taste of Panama com sua gueixa suja.

E explodiu as meias de todos na sala de degustação.

Era algo que as pessoas nunca provaram antes.

O erro de ortografia tornou-se uma espécie de premonição. Gueixa realmente acabou por ter traços de chá.

Redescobrir o Café Gueixa

Naquele ano, a Gueixa foi vendida por US$ 21 o quilo. Um resultado notável por si só. Mas foi só a dica. Nos anos que se seguiram, o café Geisha adquiriu uma base sólida de fãs dispostos a pagar muito dinheiro por um quilo dessa beleza. Este ano, vendeu mais de US $ 1.300 por libra, não torrado. Assado e servido — custava cem dólares por xícara.

E assim, nosso cisne negro com erros ortográficos se tornou o café mais caro do mundo.

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *